São Brás de Alportel... onde VIVER SABE BEM!

ver mais vídeos

Discurso Direto | junho 2020

PUBLICADO EM:14 de maio

Notícias São Braz: Já contamos com 3 meses de pandemia em Portugal e em São Brás de Alportel apenas se registaram 3 casos. Qual o balanço que faz desta situação?

Vitor Guerreiro: O balanço que fazemos é de alguma serenidade, face aos números que felizmente se têm mantido baixos a longo destes já 3 meses. No entanto, lamentamos o falecimento de uma munícipe e em momento algum entendemos ser tempo de baixar a guarda, pois é essencial manter firme a aposta na prevenção, que é a nossa melhor arma neste combate. Tudo estamos a fazer para que o progressivo desconfinamento e reabertura da economia se faça em segurança, tendo sempre por prioridade a saúde dos são-brasenses.

Preocupam-nos grandemente as consequências económicas e sociais desta crise sanitária. Temos consciência que muitos empresários, dos mais diversos setores, estão a viver momentos particularmente difíceis, fruto desta paralisação da economia que jamais poderíamos prever. Muitas famílias viram reduzidos os seus rendimentos, algumas estão a sofrer situações de desemprego; muitos jovens estão a terminar a sua formação sem perspetivas de encontrar o seu primeiro emprego…

Para dar resposta a esta crise, criámos o Fundo Municipal de Emergência com meio milhão de euros, que foi prontamente acionado para reforçar todas as respostas e apoios sociais que já tínhamos em curso e para criar novas respostas e serviços, com a distribuição de refeições, às famílias e cidadãos com maior dificuldade... Os Serviços Sociais do Município estão a trabalhar, com todo o empenho e dedicação procurando que nada falte a quem mais precisa.

Caso esteja a viver uma situação de fragilidade económica e social, ou conheça quem possa precisar de ajuda, não hesite em contactar a nossa Linha Solidária: 289 840 020 / solidariedade@cm-sbras.pt ou a dirigir-se ao Centro de Apoio à Comunidade.

 

NSB: Mas já reiniciaram algumas obras. Quais?

V.G.: O prazo de execução destas obras será automaticamente prorrogado pelo período que os trabalhos estiveram suspensos. Aproveito ainda para agradecer a compreensão dos empreiteiros, assim como de todos os profissionais ligados ao ramo da construção civil que aplicaram medidas e suspenderam trabalhos de maior risco para trabalhadores e população em geral.

Ao longo desta semana, progressivamente estão a reiniciar os trabalhos na obra de construção do novo Terminal Rodoviário, do troço Sul da Av. Da Liberdade e do Área de Serviço para Autocaravanas, a arrancar as obras na Escola Básica n.º 2 e realizar um vasto conjunto de intervenções gerais nas vias e espaço público, que são da mais crucial importância nas vidas dos munícipes.

 

NSB: À beira do Verão, aproxima-se o período crítico para os incêndios. A prevenção foi atrasada por causa da pandemia?

V.G.: Posso dizer-lhe que no município, a proteção civil e a defesa das florestas não fizeram quarentena e que esta é uma área prioritária que exige sempre a maior atenção e empenho. Os nossos Sapadores Florestais têm desenvolvido esforço contínuo na limpeza da floresta. Os trabalhos de prevenção, limpeza de bermas, limpeza e regularização de caminhos estão em curso, tal como a manutenção dos pontos de água. Mantemos a parceria com o Exército para vigilância na nossa serra e com a colaboração das diversas entidades locais e regionais estamos a levar por diante mais um Plano de Ação de Prevenção de Incêndios Rurais.

É certo porém que a pandemia e o período de confinamento atrasaram muitas limpezas, até o prazo legal para a sua realização foi alargado e as chuvas tardias vieram trazer riscos acrescidos. Precisamos por isso de estar todos empenhados nesta Missão Maior na defesa da nossa floresta: ainda mais vigilantes e ativos!

 

NSB: Falávamos no mês passado no reinício das obras municipais. Qua o ponto de situação?

V.G.: Neste momento, decorrem a bom ritmo as obras de construção do novo Terminal Rodoviário e de requalificação do Troço Sul da Av. Da Liberdade. Seguidamente, e dando continuidade ao objetivo de tornar a nossa vila mais moderna, segura, melhor ordenada e acessível para todos, vamos estender a norte esta intervenção com a extensão dos passeios acessíveis desde o cruzamento com a Praça da República até à Rotunda do Centenário e numa segunda fase, a extensão a norte até Almargens com a criação de passeios, para melhor segurança de pões e automobilistas na popularmente conhecida como “Subida da Passinha”. Intervenções integradas no Plano de Ação de Mobilidade Urbana Sustentável.

Em simultâneo estamos a preparar o projeto de renovação do centro urbano, que será fundamental para a dinâmica e social da nossa vila, nas ruas envolventes á zona do mercado e áreas comerciais e estamos a também a avançar num processo que era desejo do município há longo tempo: a aquisição das parcelas de terreno a sul do Parque da Vila (antigo Terminal Rodoviário) para que que a entrada Sul da nossa vila possa ser requalificada com a dignidade que merece, numa homenagem ao passado, com visão de futuro.

 

NSB: Quer deixar-nos mais alguma mensagem?

V.G.: Vivemos de uma forma muito diferente o nosso dia 1 de junho e permita-me enaltecer todos os projetos e todos os são-brasenses a quem tivemos a honra de entregar insígnias de valor de altruísmo, em forma de homenagem a toda a comunidade são-brasense pelo Grande exemplo de solidariedade, civismo e união; e de agradecer a toos os que nos ajudaram a apresentar um programa alternativo tão repleto de significado. Um agradecimento especial a todos os inscritos na Gala São Brás a Cantar que nos encheram de orgulho!

Gostaria ainda de convidar todos a participar, de forma segura, no programa de eventos que estamos a preparar, para ajudar a dinamizar a nossa economia local, nomeadamente o Verão Prata que decorre de 20 de junho a 11 de julho: “Compre cá dentro! Juntos vamos vencer!

Planos Municipais de Ordenamento do Território Mapas e Plantas de LocalizaçãoRegulamentos MunicipaisConsultas OnlineDiscussão PúblicaFarmácias de ServiçoGeoportalCovid-19